Conheça melhor as propostas das terapias alternativas


Por Maricy Capitelli e Andressa Zanandrea

São Paulo, 16 (AE) - Nem sempre os tratamentos médicos convencionais conseguem satisfazer os anseios de todos os pacientes. É por isso que muitos recorrem às técnicas alternativas. Em São Paulo, essa linha é difundida pela medicina tradicional chinesa, baseada na acupuntura - uma técnica já disponível até na rede pública.

Pouco popular no Ocidente, a medicina tibetana também tem boas propostas. Não é à toa que ela conquistou a adesão de grandes mestres do budismo, como Dalai Lama. O médico Pema Dorjee, professor do Instituto de Medicina Tibetana e Instituto de Astrologia da Índia, diz que a digestão é fundamental para toda a saúde e equilíbrio do organismo.

A medicina tibetana prega que as doenças crônicas, tais como câncer, tumores, gota e erupções cutâneas, decorrem do mau funcionamento do aparelho digestivo, que faria circular pelo organismo uma série de impurezas. Com o tempo, tais impurezas desencadeariam diversos problemas no dia-a-dia.

Para Dorjee, manter uma alimentação adequada é uma medida preventiva. "Comer alimentos frios à noite causa de indigestão", garante. É necessário fazer uma refeição leve nesse horário, porém quente. Pela manhã, ele sugere um copo de água morna. "Ajuda a estimular o sistema digestivo", explica.

A medicina ayurvédica também encara a alimentação como parte do tratamento contra várias moléstias. "Alimentação produz calor interno, então por que não seguir o horário de calor da natureza, que é entre 11h e 13h?", ensina o médico Luiz Guilherme Correa Neto, especialista no tema. "Vamos ao supermercado e à academia na madrugada. Vivemos uma cultura de 24 horas e isso é um desastre para o organismo, cujo ciclo funciona de acordo com a natureza."

Segundo a medicina ayurvédica, o melhor horário para se exercitar é pela manhã, quando o corpo está com acúmulo de energia. A professora de ioga e terapeuta ayurveda Andrea Alves, diretora do SPA Jaya, em Cotia, na Grande S.Paulo, diz que as medicinas orientais têm uma visão holística, ou seja, enxergam o indivíduo como um todo. "A indiana se aproxima muito da chinesa. Nasceram de uma medicina só, guardam poucas diferenças."

Segundo ela, um dos diferenciais é que a medicina indiana classifica a pessoa por biotipos baseados nos elementos da natureza. A medicina ayurveda busca equilibrar os cinco elementos em prol da harmonia do corpo. O tratamento, que envolve alimentação, atividades físicas, massagens e a meditação, é extremamente específico para cada paciente. "Dessa forma, a melhora é muito mais significativa."

Qual é o resultado da aplicação de terapias vindas do Oriente na saúde do Ocidente? A médica Anaflávia Freire, especializada em medicina tradicional chinesa, garante que os efeitos da acupuntura estão mais evidentes para a ciência moderna. "É mais fácil mensurar os resultados fisiológicos da acupuntura que os estados mentais que, segundo as medicinas tradicionais, causam desequilíbrios na saúde", compara.

A médica cita uma pesquisa que a Unifesp acaba de concluir com pacientes que sofrem de apnéia obstrutiva. O estudo apontou que os voluntários tiveram a doença reduzida em 80% após 10 sessões com as agulhas.

Lia Diskin, fundadora da escola Palas Athena, em São Paulo, observa que as tradições milenares orientais não contam com a metodologia científica que os ocidentais têm desenvolvido. "Mesmo assim, há resultados muito positivos. No Oriente, já se falava há milhares de anos de conceitos que estamos tratando só agora como fundamentais para a qualidade de vida e a prevenção de doenças", analisa.

Pesquisadora das unidade de medicina comportamental da Unifesp, Elisa Harumi Kozasa acredita que já existem pesquisas científicas em todos os tipos de terapias, mas diz que ainda existe um vasto campo para ser explorado. Para ela, mais importante que os resultados é a postura dos pacientes que procuram por tratamentos alternativos. "Eles chegam com a mente mais aberta", diz. Assim, fica mais fácil discutir os problemas que a medicina tradicional ainda é incapaz de solucionar.

fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/16102008/25/entretenimento-conhe-melhor-propostas-das-terapias-alternativas.html

Postagens mais visitadas deste blog

JUSTIÇA FEDERAL E A HOMEOPATIA

O Templo das Emoções